Isabel Rei Samartim (1973) titula-se em Guitarra no Conservatório Superior de Música da Crunha estudando com o professor António Rocha Álvarez. Posteriormente recebeu aulas de outros intérpretes, formando-se principalmente com David Russell e Thomas Müller-Pering

No ano 1995 Caixa Galicia patrocina na cidade da Crunha o seu primeiro concerto.

Foi premiada no Ciclo de Jóvenes Intérpretes da Fundação Pedro Barrié de la Maza (Crunha), no Concurso Internacional de Guitarra de Cantabria (Comillas), no Concorso Internazionale di Chitarra Fernando Sor (Roma) e nos Concursos Internacionais de Guitarra Vila de Petrer (Alacant) e Andrés Segovia de Linares (Jaén).

Tem participado nos Festivais de Guitarra de Udine (Friuli, Itália) e Semana da Guitarra (Vigo), atuando também no Via Stellae e Festigal (Compostela), na Semana do Corpus (Lugo) e nos Colóquios da Lusofonia (Bragança).

Estudou na Hochschule für Musik «Franz Listz» de Weimar (Alemanha) com Thomas Müller-Pering rematando o curso Ergänzungstudium.

Atualmente trabalha como professora no Conservatório Profissional de Música de Santiago de Compostela, atividade que combina com recitais na Bélgica, Alemanha, Itália, Portugal e Galiza.

Em 2008 participou na Sessão Inaugural da Academia Galega da Língua Portuguesa com a estreia da Suite para guitarra do compositor e académico Rudesindo Soutelo intitulada «Deu-la-deu» e uma seleção de obras do espólio do intelectual e compositor galego Marcial Valladares.

Em 2010 realiza concertos em Rio de Janeiro e Florianópolis, Brasil, onde toca música galega. Também publica junto com José Luís do Pico Orjais a edição crítica do cancioneiro popular «Ayes de mi pais» de Marcial Valladares, Editora Dos Acordes. No mesmo ano o Anuário de Estudos do Barbança, ou revista Barbantia, publica a sua “Suite Rianjeira”, conjunto de seis melodias populares arranjadas para guitarra.

Em abril de 2011 realiza a abertura do III Congresso Internacional sobre Cultura Céltica com um recital de melodias populares dos diversos países celtas arranjadas para guitarra, intitulado “Suite Céltica”. Em julho participa junto com Ugia Pedreira na homenagem a Rosalia de Castro, apresentando canções, arranjadas para canto e guitarra, do cancioneiro de Valladares. Em setembro consegue o Diploma de Estudos Avançados pela Universidade de Santiago de Compostela, USC, com o trabalho “Iconografia musical em Santiago de Compostela: do século XII ao XIX”.

Prepara a edição das obras para guitarra do Arquivo Valladares, acervo musical da família Valladares (Vilancosta, A Estrada, Galiza), a conter mais de 80 obras para guitarra, entre outros instrumentos. Também prepara a tese de doutoramento A guitarra na Galiza, matriculada na Universidade de Santiago de Compostela, com direção do professor da Universidade Complutense de Madrid, Javier Suárez-Pajares.

Participa na edição do caderno A música dos seis poemas universais de Ernesto Guerra da Cal (Dos Acordes / AGLP, 2012), na edição do livro Proel e o Galo, Poesia e prosa galega completa, de Luís G. Amado Carvalho (Edições da Galiza, 2012) e realiza o prólogo do caderno de música para guitarra Froles d'Ouro (Dos Acordes, 2012).

Em 2014 grava o CD "A Viola no Século XIX: Música de Salão na Madeira", com obras pertencentes ao novo arquivo de música para guitarra achado na Madeira (Portugal), em colaboração com as instituições madeirenses.

English version

Academia Galega da Língua Portuguesa (AGLP)

Conservatório Profissional de Música (Compostela, Galiza)