Acaba de sair o último número da revista Diacrítica, da Universidade do Minho, onde tive o prazer de lecionar no primeiro semestre deste ano 2020/2021. O artigo intitulado FERNANDO CORRÊA DE OLIVEIRA E A MÚSICA MEDIEVAL GALEGO-PORTUGUESA sai no centenário do nascimento do compositor português, e amigo da Galiza, Fernando Corrêa de Oliveira (Porto, 1921-2004).

LER ARTIGO AQUI

 

 

Disponível a tese A guitarra na Galiza, uma história da guitarra galega desde o século XII ao XIX, no sítio da Academia.edu:

 

 

Dia 3 de agosto de 2021, às 18h30 decorreu a apresentação conjunta entre E continuaremos a contar da contadora de contos galega Paula Carballeira e o Guitarra galega. Breve história da viola (violão) na Galiza.

https://www.atraves-editora.com/produto/guitarra-galega/

     

     

 

O repositório do Ministério da Educação do Reino da Espanha, TESEO, publica o pdf em aberto da tese A guitarra na Galiza (USC, 2020):

Tese A guitarra na Galiza em TESEO

  

Começam a estar disponíveis para consulta os exemplares em papel da tese A guitarra na Galiza (USC, 2020). O primeiro em pôr o texto ao público é a Biblioteca Pública de Santiago Ánxel Casal que já o tem no seu catálogo. 

https://catalogo-rbgalicia.xunta.gal/cgi-bin/koha/opac-detail.pl?biblionumber=1930168

A imagem pode conter: texto que diz "SEGUNDA PARTE: SÉCULO conjunto. A encadernação por nascido música formada duas Armida, Cristina Capítulo9 Biedermeien altura. contêm números caderno istribuídas familar em partituras 1827 diferentes partes violeta), foram m para guitarra, lauta Küffner GEITARE estes (violoncelo), Giuliani Biblioteca Noutros Biblioteca Adalid. GUITARE Ópera Ettiene mbos Rossini Romance guitarra. seria sustento As peça diferentes dos obra Charles ioloncelo. composto no mesmo também está m2 Castillo, editorial "Chiffre habitual primeira indique nossa faire 334 número 8 indica notas que se 335"

 

O crítico musical Julián Carrillo Sanz publica no seu blog Lineas adicionales um conto inspirado no concerto realizado em Chantada (Lugo) em sábado, 24 de julho de 2010 em que inclui obras do Fundo Valladares, Pixinguinha, Gismonti e Villa-Lobos, A. York e música popular irlandesa e galega.

ALLENDE LAS MARES

 

Ainda à espera da defesa da tese, com o tempo em adagio molto lento devido à Covid-19, saem do prelo provisório e promissor os primeiros exemplares da tese A guitarra na Galiza, inscrita na Universidade de Santiago de Compostela, onde se relacionam as atividades, documentos e iconografias guitarrísticas existentes na Galiza entre os séculos XII e XIX.

Espero ter mais e boas notícias nas próximas semanas.

 

      

 

 

A Revista Portuguesa de Educação Artística publica no seu vol. 9, núm. 1, p. 45-71, o meu artigo intitulado:

Apontamentos para uma História das Violas/Guitarras Insulares e Peninsulares

em que tento fazer uma análise crítica do que acontece com a família do nosso cordofone dedilhado na península e como lhe afetaram os conceitos políticos que lhe foram atribuídos. Comento os manuscritos madeirenses gravados no Funchal em 2013 e publicado o CD em 2014. Também faço uma breve apresentação de alguns dos fundos musicais galegos para viola/guitarra.

RPEA - Revista Portuguesa de Educação Artística (resumo do artigo).

PDF (artigo completo).

CD A viola no século XIX: Música de salão na Madeira.