O texto, salpicado de ilustrações orientadoras, debruça-se na história da guitarra, viola ou violão, desde o século XII até ao XIX com um adianto do século XX, está redigido em linguagem singela, descritiva e aberta ao leitor não músico, tocando de modo sucinto os aspetos mais importantes da milenar história do instrumento por terras galegas. O que é a guitarra galega, segundo a autora; os três nomes e uma descrição elementar do instrumento; os antecedentes desde a Idade Média, passando por cada século entre o XV e o XVIII; a transformação do século XIX; a guitarra popular; o Biedermeier já conhecido das leitoras de Mundoclasico.com; as guitarras originais, algumas delas também tratadas aqui; os fundos galegos também resumidos nos primeiros artigos desta serie; os solistas e recitais; as escolas de música e as orquestras de guitarras; a violaria galega e os armazéns de música onde se vendiam guitarras e outros cordofones; as intérpretes dentro e fora da Galiza e o adianto de informações do século XX são os temas tratados na publicação.

https://www.mundoclasico.com/articulo/34826/A-guitarra-galega-contada-aos-galegos-e-às-galegas